15 de outubro de 2008



" Tua Presença "


...Hoje Não Um Poema e Sim
Um Lamento,Um Grito de
Socorro,Revolta Expressa,
Deste Meu Coração Que
Foi Pego de Surpresa,
Que Não Teve Chance de
Entender,De Saber,
Ou de Dar Motivos
Para a Despedida...

Tua Presença,Que Sempre
Foi Meu Porto,
Uma das Melhores
Partes de Tudo Isso,
Conteúdo dos Meus Dias,
Onde Tentava Te Cobrir
Com Meu Carinho,
Do Nada Ausência...

Abandono...? Despedida...?
Fico Sem Entender...
Sem Saber,Dói Constatar
Que Nada Parece
Que Foi ou é Forte
Em Mim,Para Poder
Te Manter...Te Reter...

Estou Dor...
Acuado...
Revolta...
Como "Objeto Descartável",
Amor Manipulado,
Que Não Tem Merecimento
De Ter Tua Presença...

Dói.

_ Maxuel Scorpiano_

" Tomara "


...Tomara,Que Quando a
Noite Caia,Você Surja,
Apareça,Venha,Para Minha
Tocaia,Na Minha Trama,
Neste Meu Enredo,
De Te Amar Gostoso,
Te Envolver Em Mim
Absurdamente,Amar e Te Amar.

Tomara,Que Quando Amanheça,
O Céu Se Cubra Em Anil,
O Sol Espie Nossos Corpos
Colados,Juntos,Um No Outro,
Embrenhados na Nossa Paixão.

Tomara,Que Você Sempre
Queira,De Todas as Maneiras
Comigo,Enlouquecer e
Ensandecer Em Amor.
Tomara...

_ Maxuel Scorpiano_

" Banquete "


...Hoje Estou Banquete
Farto de Pecado Para Você,
Estou Com Cheiro de
Desejo e Sabor de Malicia,
Provocação Para Tua
Libido e Êxtase Para
Aquelas Fantasias Tuas...

Hoje Estou Devasso...
Inconveniente...
Impróprio Para Pessoas
Pudicas,Estou Heresia do
Sexo Convencional,
Estou Mundano, Eloqüente,
Convidando Carnes
Tuas Para o Meu Deleite...

Hoje Estou Nu...
Em Total Preliminares,
Estou Caricias Nos Teus Arrepios...
Sirva-Se!

_ Maxuel Scorpiano_

" Dia Cinza "


... Não Faça Teu Mundo Cinza,
Não Repare No Reboco das
Paredes,Muito Menos
Nos Azulejos do Banheiro,
Desbotou...

Como Tédio Dos Meus Dias,
Como A Grande Agonia
Por Você Aqui Não Estar.

...Mas Como Dizem; Tudo Faz Parte,
Inclusive Esta Música de Separação
Que Toca Em Algum Som nos
Vizinhos,Ou Como Esta
Dor Emocional Que Transpassa
Meu Olhar,Meu Silêncio
Cheio de Argumentos,
E Esta Revolta Por Sua
Tola Infantilidade...

Já Não Sei Mais,Se Amar
Você é Não me Amar,
Ou Te Amar Foi Que Aprendi a Amar...
Não Quero Dia Cinzento,
Que Atrapalha Até a Composição
Deste Poema,Não Quero Mexer nas Feridas...
Quero Sol...
Abrir as Janelas,
Aqui Te Ter.

_ Maxuel Scorpiano _

" Amante "


... Faça de Conta Que Sou
Amante Teu, Daqueles
Bem Safado,Pervertido.
Que Tem o Dom de Fazer
Tuas Carnes Gritarem de Êxtase,
De Você Gritar na Cama
Que Eu Te Enlouqueço,
Que Incendeio Teu Corpo,
Que Te Perde Em Desejos
Na Minha Volúpia...

Que Minha Boca é Perversa
Em Despertar Na Tua Pele Orgias...
Que Meu Cheiro Te Faz
Querer Mais e Mais
Eu Dentro de Ti,
Que Te Pegue Pelos Cabelos,
Te Jogue No Chão e
Faça a Perversão Imoral
Em Seu Corpo...

Te Tasco na Parede...
Te Junto No Meu Corpo,
Coloco Tuas Pernas
Em Meus Ombros,
Tu Sussurras Sandices Eróticas,
Arremesso Com Força,
Te Conduzo Na Minha Cadência,
Mordisco Tua Orelha,
Minha Língua Passeia
No Teu Pescoço...

Faça Deste Teu Amante Aqui,
O Tradutor do Seu Corpo,
No Idioma do Amor.

_ Maxuel Scorpiano _

" Verdade "


... Me Casei Contigo!
Em Pensamentos,
Nos Sonhos,No Meu
Desejo do Amanhã,
Nos Gritos do Meu Corpo,
No Silêncio da Minha Solidão,
No Real Sentimento do
Meu Coração...

Me Casei Contigo,
Assim na Cerimônia do Amor,
No Altar da Minha Certeza,
Na Fidelidade das
Minhas Emoções...
E Todo Dia Que Vivo,
Vivo Inteiramente de
Lua de MelCom Você.

_ Maxuel Scorpiano _

" Carência "


...Ultimamente a Noite Em
Minha Vida,Tornou-Se Carências...
De Questionamentos...
De Perguntas e Dúvidas.

Tornou-Se Carência de
Tantas Coisas,De Uma Voz,
Uma Presença,Um Carinho,
Tornou-Se Solidão...

Necessidade,De Cumplicidade,
De Calor do Bem Querer,
Da Tua Vida Participar da Minha.
De Te Amar Em

Meu Corpo Plenamente.

_ Maxuel Scorpiano_

" Exagero "


...Por Mim,Por Você,
Por Esta Vida Toda,
Por Nós,Em Todas Situações,
Todas Estações,
Com Ausência e Presença,
Até Nos Tormentos,
E No Desequilibro da Insegurança,
Na Tradução do Poema,
Em Todos Idiomas,
Ama-Me,No Exagero
Do Amor Que
TenhoPor Você.

_ Maxuel Scorpiano_